@
Eventos

Lista de eventos

Aqui estão listados os eventos organizados pelo CTS Game Studies ou que tiveram sua participação:

Saúde em Jogo 2 | 28/06/2012

Experiências Transmídia | 26/06/2012

A Importância da Narrativa nos Jogos | 13/04/2012

Encontro da IGDA Rio | 27/03/2012

V Gamepad FEEVALE | 24/03/2012

Campus Party 2012 | 10/02/2012

Global Game Jam e Joga Brasil | 27/01/2012

Encontro da IGDA Rio – Distribuição Digital nos Games | 22/11/2011

Saúde em jogo: o uso dos videogames como estratégia de comunicação | 17/11/2011

Oi Cabeça – Personagens, estratégias narrativas e engajamento nos games: Ian Bogost 
e Arthur Protasio | 16/11/2011

SB Games Salvador 2011 | 10/11/2011

Oi Cabeça – Ópera Literária | 07/11/2011

Palestra "Games: Uma Mídia de Expressão" | 18/10/2011

Palestra "O Mercado Brasileiro de Jogos e a Importância da Mobilização da Comunidade" | 17/10/2011

Mesa redonda do IGDA no Brasil Game Show | 05/10/2011

2º Encontro do International Game Developers Association do Rio de Janeiro (IGDA Rio) | 28/09/2011

Oficina “LudoBardo: Contando Histórias com Jogos” – Descolagem & Descoshop | 03/07/2011

Gamerama Workshock - FGV-Rio 2011 | 15-18/02/2011

Dia do Jogo Justo | 23/01/2011

Brasil Game Show: Brasil Game Jam | 20-21/11/2010

Encontro Setorial de Jogos, Software e Animação do Rio Criativo | 17/11/2010

SB Games 2010 | 08-10/11/2010

Semana de Tecnologia e Jogos Digitais | 26/10/2010

Gamerama Workshow - Festival de Inverno SESC 2010 | 07/2010

Games, Software Livre e Regulação - FISL 11 | 23/07/2010

SP Game Show 2010 | 15/07/2010

Experiências Transmídia | 26/05/2010

Projeto PlayPower | 20/05/2010

Games, Mídia e Regulação: Campus Party 2010 | 26/01/2010

Games, Mídia e Aprendizado Tangencial: entendendo o papel dos jogos na cultura e 
na educação | 07/12/2009

Sentença: Game Over | 05/07/2008

Saúde em Jogo 2: o lúdico e a tecnologia na promoção da saúde | 28/06/2012

Na quinta-feira, dia 28/06, ocorreu na FGV Direito Rio a segunda edição do evento “Saúde em Jogo”, que se passou pela primeira vez em 2011 na Fundação Oswaldo CruzA edição de 2012 girou principalmente em torno do jogo eletrônico como ferramenta auxiliar ao tratamento de doenças.

O evento foi pontuado pela participação do moderador, Marcelo de Vasconcellos, do Icict da Fiocruz. Afirmando que o “jogo é anterior à cultura” e “um fenômeno cultural, não apenas tecnológico”, Vasconcellos destacou a importância de levar o lúdico aos pacientes e fazê-lo de modo dialógico, para que a comunicação seja plena.

Mais informações aqui.

Experiências Transmídia e Indie Game: The Movie | 26/06/2012

Conforme anunciado aqui, a primeira fase do Experiências Transmidia aconteceu no dia 26/06. O evento foi um grande sucesso, com senhas esgotadas em cerca de dez minutos, principalmente graças à divulgação nas redes sociais e site especializados como Girls of WarGamesfodaMochila Binária e Fênixdown.

Após uma breve introdução do projeto feita por Arthur Protasio, Eliane Costa tratou dos diversos tipos de narrativa e Ronaldo Lemos apresentou um episódio de seu programa MOD MTV sobre jogos independentes. Depois disso, passamos ao Indie Game: The Movie – o acontecimento mais esperado da noite para alguns, que haviam deixado de assistir à cópia digital comprada no site do documentário para participar do Experiências Transmidia.

Mais informações aqui.

“A Importância da Narrativa nos Jogos” | 13/04/2012

Palestra proferida por Arthur Protasio na Universidade Federal do Rio de Janeiro a alunos da graduação em Ciência da Computação. A palestra foi parte do Ciclo de Palestras sobre Produção de Jogos Eletrônicos 2012 da UFRJ, no curso de Desenvolvimento de Jogos.

Encontro da IGDA Rio | 27/03/2012

Encontro da IGDA Rio na FGV em que foi discutido tema “como tornar-se um freelancer”. Para mais informações sobre a IGDA Rio (International Game Developers Association – Rio de Janeiro), acesse a página no Facebook.

V Gamepad FEEVALE | 24/03/2012

Arthur Protasio participou em 24/03/2012 do V GAMEPAD – Seminário de Games, Comunicação e Tecnologia, que teve início em 23/12/2012 na Universidade FEEVALE, no Rio Grande do Sul. Confira a página do V GAMEPAD. Arthur apresentou a palestra “Jogos Eletrônicos, Propriedade Intelectual e Liberdade de Expressão”, que é complementada por documento preparado especialmente pelo CTS Game Studies para a ocasião. Esse “strategy guide” pode ser baixado aqui.

Campus Party 2012 | 10/02/2012

Na sexta-feira, 10/02, Arthur Protasio participou da Campus Party com a palestra “IGDA Rio: Associação Internacional de Desenvolvedores de Jogos no Cenário Brasileiro”. O evento é um dos maiores do mundo em tecnologia e Internet e está em sua quinta edição brasileira, no Anhembi Parque, em São Paulo com um número recorde de 7 mil participantes. A palestra apresentou as atividades da IGDA Rio, bem como o Relatório de Investigação Preliminar: O Mercado Brasileiro de Jogos Eletrônicos, do CTS Game Studies, e pode ser assistida abaixo:

Global Game Jam e Joga Brasil

Nos dias 27 a 29 de janeiro de 2012 o CTS Game Studies realizou, em parceria com a IGDA Rio (Associação Internacional dos Desenvolvedores de Jogos – Rio de Janeiro), o Global Game Jam 2012: Edição IGDA Rio (acesse a página do evento no facebook para fotos e vídeos). O Global Game Jam, um projeto da IGDA, é a maior maratona de desenvolvimento de jogos do mundo, que acontece simultaneamente em 44 países (incluindo cinco estados brasileiros), e reúne desenvolvedores de jogos (peritos e novatos) em um espírito de criação colaborativa para produzirem jogos simples que podem se tornar comercialmente viáveis. Após as 48 horas da maratona de criação, sete jogos foram finalizados e estão expostos na página do evento.

Paralemamente ao Global Game Jam aconteceu o Joga Brasil (www.jogabrasil.com.br), um evento direcionado à discussão e produção de jogos brasileiros, no qual Arthur Protasio participou da mesa redonda “Mercado de Jogos no Brasil” junto com Antônio Marcelo (Riachuelo Games), Cleber Tavares Jr. (Seven Game Studio), Paulo Andrade (Faculdade CCAA) e Adrian Laubisch (Aiyra).

Encontro da IGDA Rio – Distribuição Digital nos Games | 22/11/2011

No dia 22 de novembro de 2011, Arthur Protasio participou do terceiro encontro da Associação Internacional de Desenvolvedores de Jogos – Divisão Rio de Janeiro (IGDA Rio). O objetivo do encontro foi apresentar e discutir as iniciativas inovadoras em relação à distribuição digital de jogos na internet. Thiago Diniz, fundador da plataforma Nuuvem, apresentou sua percepção sobre o mercado e seu serviço e, em seguida, participou da mesa redonda sobre o tema juntamente com a diretoria da IGDA Rio.

Saúde em jogo: o uso dos videogames como estratégia de comunicação | 17/11/2011

No dia 17 de novembro de 2011, Arthur Protasio moderou o debate “Saúde em Jogo” na Fiocruz. O evento, organizando pelo Instituto de Comunicação e Informação Tecnológica em Saúde, apresentou e discutiu as iniciativas inovadoras na interface entre video games, comunicação e saúde. Participando do debate estavam Antonio Marcelo (Riachuelo Games), Marcelo Vasconcellos (ICICT/Fiocruz), Guilherme Xavier (Donsoft Entertainment e PUC-Rio) e Esteban Clua (UFF).

Oi Cabeça – Personagens, estratégias narrativas e engajamento nos games: Ian Bogost e Arthur Protasio | 16/11/2011

No dia 16 de novembro de 2011, Arthur Protasio (Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV-RJ) participou do painel “Personagens, estratégias narrativas e engajamento nos games” juntamente com o filósofo e designer Ian Bogost (MIT – Newsgames). O evento abordou a discussão das possibilidades narrativas dos jogos eletrônicos como mídia. Diversos pontos foram tratados, desde o potencial de identificação com personagens até estratégias narrativas a partir da interação e engajamento com temas variados – incluindo relações políticas abordadas nos newsgames. O evento aconteceu no Oi Futuro Flamengo, das 19:30h às 22:00, e os pontos culminantes da discussão foram “tuitados” na hashtag OiCabeça.

Oi Cabeça – Ópera Literária | 16/11/2011

Como parte da programação do Oi Cabeça 2011, foi apresentada no Oi Futuro Flamengo uma Ópera Literária de autoria de Batman Zavareze. Participou do evento Arthur Protasio, entre outros, realizando leituras mescladas com imagens e sons em uma “fusão de linguagens”. Leia mais sobre o evento aqui.

SB Games Salvador 2011 | 10/11/2011

Entre os dias 07 e 09 de novembro de 2011 aconteceu em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia, a edição 2011 do Simpósio Brasileiro de Games (SB Games). Arthur Protasio, Coordenador do CTS Game Studies e presidente da IGDA Rio, participou da mesa de discussões IGDA Brasil – Fomentando a integração com a comunidade, multidisciplinariedade e o cenário dos jogos no Brasil. Foi parte da Trilha de Indústria, que ocorreu na quarta-feira (09/11/2011) das 08:10h – 09:20h.

Palestra “Games: Uma Mídia de Expressão” | 18/10/2011

No dia 18 de outubro de 2011, a convite da Prof. Regina Feliciano, Arthur Protasio abordou a questão dos games não apenas como um produto do entretenimento, mas como um veículo de expressão e obras de relevância artística e cultural. Foi questionada a visão que prevalece mundialmente em relação a essa mídia, elencados os obstáculos que a mesma atualmente enfrenta e exibidos diversos exemplos de obras que atuam como canais de educação, expressão pessoal e reflexão narrativa (dentre outras vertentes). Foi parte da programação da Semana Acadêmica de Tecnologia da Universidade Estácio de Sá.

Palestra “O Mercado Brasileiro de Jogos e a Importância da Mobilização da Comunidade” | 17/10/2011

No dia 17 de outubro de 2011, a convite do Prof. Dr. Esteban Clua, Arthur Protasio apresentou a importância da mobilização da comunidade desenvolvedora de jogos a partir de sua palestra fundamentada nas conclusões do relatório preliminar do CTS Game Studies. A palestra foi parte da programação da Semana Acadêmica de Computação da UFF.

Mesa redonda do IGDA no Brasil Game Show | 05/10/2011

Na quarta-feira dia 05/10/11, Arthur Protasio, coordenador do CTS Game Studies da Fundação Gertulio Vargas e presidente da IGDA Rio (Associação Internacional de Desenvolvedores de Jogos do Rio de Janeiro), participou de mesa redonda no Brasil Game Show. Protasio, Esteban Clua, também da IGDA Rio e pesquisador da UFF, e Bruno Campagnolo da IGDA de Curitiba discutiram o mercado brasileiro de jogos e a importância da mobilização da comunidade para desenvolvimento do cenário.

O evento ocorreu entre os dias 05 e 07 de outubro de 2011. A mesa redonda, “IGDA – Multidisciplinaridade e o Cenário dos Jogos no Brasil”, teve início às 13:00h. Confira o site do BGS; para mais informações sobre o mercado brasileiro de jogos eletrônicos, confira o relatório preparado pelo CTS Game Studies com apoio do projeto Open Business América Latina; sobre a integração no cenário, confira o post sobre o Segundo Encontro da IGDA Rio.

2º Encontro do International Game Developers Association do Rio de Janeiro (IGDA Rio) | 28/09/2011

Na quarta-feira 28/09/11 o CTS Game Studies organizou o 2º Encontro da IGDA Rio na Fundação Getulio Vargas das 18:00h às 22:00h. Além da divulgação do “Relatório Preliminar sobre o Mercado de Games no Rio de Janeiro“, produção do próprio CTS Game Studies, Antonio Marcelo, fundador da Riachuelo Games e diretor de Mercado da IGDA, apresentou a palestra “Empreendedorismo nos Jogos” e houve a primeira – de muitas – Mostra de Jogos Independentes. O evento foi gravado e os vídeos estão disponíveis em: http://www.ustream.tv/recorded/17562535 e http://www.ustream.tv/recorded/17564832.

Oficina “LudoBardo: Contando Histórias com Jogos” – Descolagem & Descoshop | 03/07/2011

No Domingo, dia 03/07/2011, Arthur Protasio ministrou o workshop “LudoBardo: Contando Histórias com Jogos”, um dos “Descoshops” do Descolagem #7. O evento é organizado pelo blogueiro Beto Largman em parceria com o instituto Oi Futuro e acontece no NAVE – Núcleo Avançado em Educação (Colégio Estadual José Leite Lopes Rua Uruguai 204, Tijuca CEP 20510-060). A oficina tratou de aspectos básicos da narrativa e houve uma dinâmica de grupo, ao fim, em que cada participante criou sua própria história.

Gamerama Workshock – FGV-Rio 2011 | 15-18/02/2011

Nos dias 15 a 18 de fevereiro de 2011, o CTS Game Studies sediou, na FGV-Rio, o coletivo “Gamerama Workshock”. O resultado de parceria entre Guilherme Xavier da Donsoft Entertainment e Arthur Protasio do CTS Game Studies consistiu na introdução à prática de criação e desenvolvimento de jogos. Por meio de exposição teórica combinada com atividades dinâmicas e objetivas, o evento ofereceu uma metodologia lúdica de produção para que nos dois primeiros dias os participantes desenvolvessem jogos analógicos e nos últimos dois um protótipo de jogo digital. Fotos podem ser vistas aqui e mais informações sobre o coletivo estão disponíveis no site http://www.dinergia.pro.br/gamerama/.

Dia do Jogo Justo | 23/01/2011

No dia 29 de janeiro de 2011, o CTS Game Studies participou do evento “Dia do Jogo Justo”. O evento, dedicado à diminuição da carga tributária incidente e maior acessibilidade aos jogos de consoles atualmente vendidos no Brasil, contou com um ciclo de palestras. Dentre elas, Arthur Protasio apresentou sua palestra “Games e Liberdade de Expessão” que abordou a discussão a respeito das complicações legislativas e judicais relativas à aceitação do jogo eletrônico como mídia no cenário brasileiro. Foi abordada a questão da importância do reconhecimento dos jogos eletrônicos como mídia não apenas do entretenimento, mas também um veículo de expressão e obras de relevância artística e cultural.

Brasil Game Show: Brasil Game Jam | 20-21/11/2010

Nos dias 20 e 21 de novembro de 2010 aconteceu a feira Brasil Game Show no Centro de Convenções SulAmérica no Rio de Janeiro. Durante a feira ocorreu o Brasil Game Jam, que consistiu em um concurso de desenvolvimento de jogos em 40 horas por 10 equipes, cada uma formada por três alunos de universidades brasileiras. A atividade foi coordenada pelo professor Esteban Clua, da Universidade Federal Fluminense/RJ, e Arthur Protasio avaliou os jogos como um dos jurados de um juri composto por diversos representantes da indústria de games, da imprensa especializada e da academia.

Encontro Setorial de Jogos, Software e Animação do Rio Criativo | 17/11/2010

No dia 17 de novembro de 2010, Arthur Protasio participou do “Encontro Setorial de Jogos, Software e Animação da Rio Criativo”, na PUC-Rio. Promovido pela Incubadora Rio Criativo, o evento fez parte da série de 8 encontros setoriais com apresentações de casos de sucesso e análise dos desafios dos empreendedores que atuam nos 19 segmentos contemplados pelo edital das incubadoras. Ao lado de Arthur Protasio do CTS Game Studies, estavam outros convidados como André Breitman, do estúdio 2DLab, responsável pelo desenho Meu AmigãoZão; e Samanta Martins da produtora Visorama. Arthur, em uma breve exposição, deu alguns conselhos e expôs o panorama acerca da indústria dos jogos eletrônicos no Brasil para motivar e informar os candidatos do edital a realizarem seus empreendimentos.

SB Games 2010 | 08-10/11/2010

Nos dias 08 a 10 de novembro de 2010 aconteceu o Simpósio Brasileiro de Jogos Digitais em Florianópolis. No evento, Arthur Protasio, desenvolvedor do jogo You Are Trash!, participou do Festival de Jogos Independentes representando o jogo e o CTS Game Studies.

Semana de Tecnologia e Jogos Digitais | 26/10/2010

Nos dia 26 de outubro de 2010 aconteceu, na PUC-SP, Arthur Protasio proferiu a palestra “Games: Uma Mídia de Expressão” na Semana de Tecnologia e Jogos Digitais da PUC-SP. Arthur apresentou o CTS Game Studies, projeto de pesquisa e desenvolvimento de jogos, e expôs o panorama mundial da mídia dos jogos eletrônicos, abordando a questão dos jogos não apenas como um produto de entretenimento, mas como um veículo de expressão e obras de relevância artística e cultural.

Gamerama Workshow – Festival de Inverno SESC 2010 | 07/2010

Durante o mês de julho de 2010, durante o Festival de Inverno do SESC, foi realizada a oficina “Gamerama Workshow” nas cidades de Petrópolis, Nova Friburgo e Teresópolis. O resultado de parceria entre a Donsoft Entertainment e o CTS Game Studies, executada por Guilherme Xavier e Arthur Protasio, foi uma introdução à prática de criação e desenvolvimento de jogos para jovens. Por meio de exposição teórica combinada com atividades dinâmicas e objetivas, o evento relacionou a exposição de conteúdo com pensamentos sobre uma metodologia lúdica de produção.

Games, Software Livre e Regulação – FISL 11 | 23/07/2010

Esse debate ocorreu no dia 23 de julho de 2010 no Forum Internacional de Software Livre (FISL) em Porto Alegre. O painel promoveu a disseminação de informações sobre o mercado, a regulação e pesquisas acadêmicas voltadas para a realidade nacional dos jogos eletrônicos e sua relação com o software livre. Foram explorados temas como o desenvolvimento de games, as tentativas de regulação dos jogos (desde classificação indicativa até projetos de leis mais recentes que proíbem certos tipos de jogos), além da influência no papel do desenvolvimento de jogos para plataformas livres, como ferramentas e produtos.

Os palestrantes foram Fernando Ribeiro (Desenvolvedor Independente), Arthur Protasio (CTS Game Studies), Pedro Mizukami (CTS Game Studies) e Carlos Affonso Souza (CTS-FGV).

SP Game Show 2010 | 15/07/2010

No dia 15 de julho de 2010, no SP Game Show (Mart Center – São Paulo), através da palestra “Games: Uma Mídia de Expressão”, Arthur Protasio abordou a questão dos games não apenas como um produto do entretenimento, mas como um veículo de expressão e obras de relevância artística e cultural. Foi questionada a visão que prevalece mundialmente em relação a essa mídia, elencados os obstáculos que a mesma atualmente enfrenta e exibidos diversos exemplos de obras que atuam como canais de educação, expressão pessoal e reflexão narrativa (dentre outras vertentes).

Experiências Transmídia | 26/05/2010

No dia 26 de maio de 2010, o CTS Game Studies sediou uma discussão sobre atividades transmídia. Os pesquisadores Drew Davidson e Charles Palmer demonstraram como diversas mídias têm se beneficiado da interseção de umas com as outras. Franquias como, por exemplo, Dead Space e The Matrix revelam narrativas que começam em um formato e terminam em outro, confirmando o conceito de crossmedia e como diversas experiências, incluindo a dos jogos eletrônicos, têm feito bom uso dessa estratégia para dialogar com diversos públicos. Os palestrantes apresentaram situações onde várias mídias e formas de narrativa se cruzam e discutirão como a experiência crossmedia é um elemento essencial do ambiente midiático atual.

O encontro trouxe experiências em ambientes crossmedia na palestra de Drew Davidson, diretor do Centro de Entretenimento e Tecnologia (ETC) da Universidade Carnegie Mellon (CMU), e Charles Palmer, diretor do Centro para Tecnologias Avançadas de Entretenimento e Aprendizado (CAELT) da Universidade de Harrisburg.

Mais informações e fotos do evento podem ser acessadas aqui. A transmissão da palestra segue abaixo.
http://www.ustream.tv/embed/recorded/7229987

Projeto PlayPower | 20/05/2010

No dia 20 de maio de 2010, o CTS Game Studies apresentou no Brasil o Projeto PlayPower, desenvolvido pela Universidade de San Diego, em uma palestra e um workshop. A fim de destacar usos variados do jogo eletrônico como mídia e canal de expressão, o evento contou com a demonstração de como um hardware antigo pode ser usado para promover diferentes formas de entretenimento, educação e arte.

O projeto, desenvolvido em parceria com a UCSD e o grupo de Software Studies da mesma universidade, tem como objetivo criar jogos educacionais para computadores de 8-bits que custam em torno de 10 dólares nos Estados Unidos, Índia e China e que são ligados à televisão. Jeremy Douglass, professor da Universidade da Califórnia de San Diego(UCSD) e Don Miller, artista visual e sonoro, palestrarão sobre o Projeto PlayPower.

Mais informações e fotos do evento podem ser acessadas aqui. A transmissão da palestra segue abaixo.

http://www.ustream.tv/embed/recorded/7074158

Games, Mídia e Regulação: Campus Party 2010 | 26/01/2010

Esse painel ocorreu no dia 26 de janeiro de 2010 no evento Campus Party 2010 em São Paulo. Ao divulgar e discutir dados sobre o mercado de jogos, regulação de mídia e pesquisas acadêmicas, o evento explorou diversos temas. Dentre eles, foram debatidas questões como o desenvolvimento de jogos no Brasil, esforços em regular jogos (envolvendo a Classificação Indicaitiva e proibições judiciais), assim como o papel dos jogos eletrônicos na cultura e educação por meio do aprendizado tangencial.

Os palestrantes foram Guilherme Xavier (Donsoft), Arthur Protasio (CTS Game Studies), Volker Grassmuck(Pesquisador da Universidade de Humbolt, Alemanha), Carlos Affonso Souza (CTS-FGV), Pedro Mizukami (CTS Game Studies) e Ronaldo Lemos (Diretor do Centro de Tecnologia e Sociedade).

Games, Mídia e Aprendizado Tangencial: entendendo o papel dos jogos na cultura e na educação | 07/12/2009

Este colóquio ocorreu no dia 07 de dezembro de 2009 na Fundação Getulio Vargas no Rio de Janeiro. O evento promoveu a disseminação do conhecimento e de pesquisas acadêmicas associadas à mídia dos jogos eletrônicos. Foi abordado o conceito de aprendizado tangencial, segundo o qual os games podem estimular o aprendizado a partir do interesse despertado pela experiência de jogo – não precisando ser necessariamente educativos para trazer benefícios aos jogadores.

Os palestrantes foram James Portnow, game designer norte-americano, ex-Activision (série Call of Duty) e mestre pela Universidade Carnegie Mellon; Volker Grassmuck, pesquisador de mídias digitais da Universidade Humboldt de Berlim e organizador do evento Wizard of OS; Guilherme Xavier, game designer e diretor de arte e design da Donsoft (Capoeira Legends); e Arthur Protasio, coordenador do projeto Game Studies do CTS/FGV.



O evento está disponível para download: [Parte 1] e [Parte 2].

Sentença: Game Over | 05/07/2008

Esta foi uma peça apresentada na forma de leitura dramática no evento Descolagem #1 no NAVE (Núcleo Avançado de Estudos) no Rio de Janeiro no dia 5 de julho de 2008. O roteiro foi escrito por Arthur Protasio e adaptado a partir da sentença judicial proferida pelo Juiz Carlos Alberto Simão Torres, da Justiça Federal de Minas Gerais, que proibiu em 2007 os jogos eletrônicos Counter-Strike e Everquest no Brasil. Cosplayers participaram atuando como os personagens específicos dos jogos ao criticarem a decisão e questionarem os fundamentos da censura. A sentença judicial pode ser acessada aqui e a apresentação está disponível para visualização logo abaixo.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CTS Game Studies

CTS FGV

%d blogueiros gostam disto: